Globo aperta corte de gastos, decreta fim do Zorra e dispensa funcionários

Fernando Caruso e Otávio Müller interpretam Bolsonaro e Trump no Zorra; humorístico sairá do ar (Foto: Reprodução/Globo)
Fernando Caruso e Otávio Müller interpretam Bolsonaro e Trump no Zorra; humorístico sairá do ar (Foto: Reprodução/Globo)

A Globo decidiu que o Zorra sairá do ar em meio a corte de gastos, mas produzirá novo humorístico

O corte de gastos da Globo fez uma nova vítima: o Zorra. Nova versão do tradicional Zorra Total, o humorístico produzido desde 2015 sairá do ar. Outra atração que também teve fim decretado foi o Fora de Hora. A emissora, no entanto, trabalha na produção de um novo programa de humor.

Continua após o anúncio

Segundo informações do colunista Maurício Stycer, do Uol, os atores e redatores do Zorra foram informados pela Globo nesta quarta-feira (14) que o humorístico não será mais produzido em 2021. A atração, contudo, não será a única. O mesmo destino terá o Fora de Hora, que será encerrado após apenas uma temporada no ar.

Veja também: SBT define substituto de Maisa após saída da apresentadora e fim de programa

SURPRESA NADA AGRADÁVEL

A decisão de acabar com o Zorra e Fora de Hora pegou muitos profissionais de surpresa. Isso porque, há algumas semanas, a informação da Globo era de que os programas voltariam a ser produzidos no próximo ano. A decisão também atingirá a Escolinha do Professor Raimundo, que sairá do ar depois de seis temporadas.

Anúncio

Veja também: A Fazenda 12: Biel se envolve em polêmica e Mariano dispara: “Muita droga que ele usa”

ZORRA TERÁ SUBSTITUTO NA GLOBO

Ainda de acordo com a publicação, um novo programa de humor será criado. A supervisão da nova atração ficará a cargo de Silvio de Abreu (diretor de dramaturgia) e terá coordenação do roteirista Antônio Prata. Mas só alguns redatores das atrações extintas serão mantidos. Nomes como Marcelo Adnet e Fernando Caruso estão no grupo.

O fim do Zorra, Fora de Hora e Escolinha é mais uma consequência do enxugamento de gastos da Globo. A emissora carioca tem cortado custos em todos os setores. A área mais atingida, no entanto, é a dramaturgia, que foi atingida pela dispensa de nomes do primeiro time. Autores e roteiristas também entrarão na “onda” de dispensas.

Deixe sua opinião

Send this to a friend