Ben e Rafa de Vai na Fé se beijam em público durante festa; veja

Samuel de Assis e Caio Manhete de Vai na Fé (foto: Divulgação)
Samuel de Assis e Caio Manhete de Vai na Fé (foto: Divulgação)

Na segunda-feira (26), Samuel de Assis e Caio Manhente surpreenderam seus seguidores ao compartilharem um vídeo. Isso porque, os atores, que desempenham os papéis de Ben e Rafa na novela “Vai na Fé“, protagonizaram um beijo ao som da música “Insegurança”, do grupo Pixote, durante uma festa.

Continua após o anúncio

Atores de Vai na Fé se beijam

Então, enquanto cantavam uma parte do refrão da música, os dois atores se olharam e trocaram um breve beijo nos lábios. “Tudo o que um homem precisa eu tenho em casa”, cantaram os dois juntos.

No domingo (25), durante a festa Arca de Noé no Rio de Janeiro, ocorreu um momento divertido e romântico. Samuel de Assis e Caio Manhente protagonizaram um beijo, deixando os fãs curiosos sobre a natureza desse gesto. Não ficou claro se foi apenas uma brincadeira entre amigos ou se há algo mais por trás. Para conferir o vídeo, assista abaixo.

Além disso, desde abril deste ano, Caio Manhente está solteiro, após o término de seu relacionamento com Maria Clara David. Mas, por outro lado, Samuel de Assis mantém uma postura mais reservada em relação à sua vida amorosa e sexual, não costumando comentar publicamente sobre o assunto.

Anúncio

Samuel de Assis fala sobre vida pessoal

(Foto: Divulgação)

Além disso, o ator que interpreta Ben em Vai na Fé revelou que tem recebido uma grande quantidade de imagens explícitas em suas redes sociais e não se importa em ver fotos de pessoas nuas, independentemente do gênero.

“Recebo de homem, de mulher, de tudo. E aceito todos! Pode escrever aí: continuem mandando nudes pro Samuel! E saibam que eu printo. A partir do momento em que a pessoa me manda, ela me autoriza a ter a sua foto no meu álbum. Sim, eu tenho um álbum oculto no meu celular de nudes recebidos. Amo ver gente pelada! Por mim, todos nós andaríamos nus por aí”, contou o intérprete de Ben em entrevista ao jornal Extra.

Deixe sua opinião