Vitão abre o jogo, esclarece se foi talarico e comenta boatos de traição com Luísa Sonza

Whindersson, Luísa Sonza e Vitão (Foto: Reprodução)
Whindersson, Luísa Sonza e Vitão (Foto: Reprodução)

Em entrevista reveladora, cantor Vitão resolveu falar tudo sobre seu lance com Luísa Sonza

Vitão resolveu falar da conturbada separação de Whindersson Nunes e Luísa Sonza. Sem citar o humorista, o artista comentou sobre todos os boatos que cercam a sua atual vida amorosa, já que está se envolvendo com a funkeira.

Continua após o anúncio

Veja também – Ana Maria Braga revela humilhação na Record e desabafa sobre demissão bombástica após briga com bispo

Durante entrevista, Vitão garantiu que só foi conhecer melhor Luísa Sonza após o trabalho de Flores, música que lançaram juntos. A canção, aliás, foi a primeira da cantora após o fim do casamento com Whindersson Nunes.

“Ela me mandou a música e eu gostei muito, falei que ia fazer, então gravamos o clipe. Ela veio falar comigo direto, sem intermediação de empresários. Na época, a gente não ficou muito amigo, muito próximo, só fizemos a música, mesmo. Foi depois de ‘Flores’ que ficamos mais amigos”, contou ao Hugo Gloss.

Anúncio

Veja também – Maju Coutinho se desliga do Jornal Hoje oficialmente e tem futuro na Globo definido

No entanto, para a surpresa de todos, o cantor entregou que o lançamento de Flores tem um marketing diferenciado. Enquanto todos não sabiam se eles realmente estavam juntos, tanto Luísa, quanto Vitão, resolveram lançar o projeto dando a entender que estavam se relacionando, mesmo sem confirmar nada.

“Foi marketing, sim, usamos muito isso a nosso favor. Foi uma estratégia, a gente quis criar essa coisa de estar junto, mas a gente já estava se gostando nessa época”, declara.

 Vitão (Foto: Reprodução)
Vitão (Foto: Reprodução)

Ainda sobre a matéria

Na conversa, Vitão garantiu que jamais comentou nas fotos de Luísa e Whindersson Nunes, diferentemente de alguns boatos que circulam na imprensa.

“Talarico é a pessoa que fura o olho do outro que é casado, o que no caso nem é, porque a gente foi ficar muito depois deles erem terminado… Mas a galera gosta de falar. É como se ela não tivesse discernimento, escolha, vontades, ou não fosse um ser humano como eu ou Whindersson. Não tenho muito o que falar sobre isso, porque eu acho nojento, idiota, acho as pessoas muito tóxicas, muito burras”, encerra ele.

Deixe sua opinião

Send this to a friend