Renato Gaúcho é vítima de fortes chuvas no RS

Renato Gaúcho estava ilhado em hotel de Porto Alegre (Foto: Reprodução / Instagram)

Renato Gaúcho foi vítima das fortes chuvas e alagamentos que destruíram grande parte do estado do Rio Grande do Sul. Carol Portaluppe, filha do treinador, postou em suas redes sociais o momento do resgate do pai.

Continua após o anúncio

Na mesma rede social, Carol aproveitou para agradecer os bombeiros que participaram do resgate do pai.

Antes de mais nada a situação no Rio Grande do Sul está complicada até para o futebol. Devido aos alagamentos causados pelas fortes chuvas, os jogos de Grêmio, Inter e Juventude pelo Campeonato Brasileiro tiveram que ser adiados.

A razão é simples: as equipes não conseguem nem chegar aos seus estádios, quanto mais aos centros de treinamento para se preparar.

Continua após o anúncio

E olha que a situação ficou tensa até para o técnico do Grêmio, Renato Gaúcho, que precisou ser resgatado de onde estava ilhado pela enchente. Um momento de preocupação para a família e para os fãs, mas graças a Deus tudo acabou bem.

VEJA TAMBÉM: Pabllo Vittar desabafa após apresentação ao lado de Madonna

Em suma a filha de Renato Gaúcho, Carol Portaluppi, compartilhou um vídeo emocionante no Instagram, mostrando o momento em que o técnico deixava o carro de resgate, carregando seus pertences e se dirigindo para um lugar seguro.

– Tô postando aqui meu pai pq eu tava tão angustiada que não queria compartilhar com vocês o que eu tava sentindo! Deus obrigada, não estou em contato com ele porque ele tá sem telefone. Obrigada quem tá me dando notícias por aqui – relatou Carol em seu Instagram.

Um alívio para todos que estavam apreensivos com a situação.

E por falar em futebol, o Grêmio teve que lidar com o adiamento não só do jogo pelo Brasileirão, contra o Criciúma, na Arena do Grêmio, mas também da partida pela Libertadores, contra o Huachipato.

É uma situação complicada, mas o mais importante agora é garantir a segurança de todos os envolvidos e ajudar aqueles que foram afetados pela tragédia das enchentes.

Catástrofe no Rio Grande do Sul

A situação no Rio Grande do Sul está cada vez mais preocupante. Segundo o último boletim divulgado pela Defesa Civil na tarde desta segunda-feira (6), o número de mortos em decorrência dos temporais que assolam o estado subiu para 83.

E ainda tem mais: outras 4 mortes estão sendo investigadas, aumentando ainda mais o drama das famílias atingidas.

Além disso, os dados revelam uma triste realidade: são 111 pessoas desaparecidas e 291 feridas, mostrando o tamanho da devastação causada por essas chuvas intensas.

Em suma o cenário é de verdadeira desolação: são mais de 149 mil pessoas fora de casa, sendo que 20 mil estão em abrigos improvisados e outras 129 mil estão abrigadas na casa de familiares ou amigos.

É um verdadeiro êxodo, uma população em busca de segurança e amparo diante da tragédia que se abateu sobre o estado.

Além disso a situação é generalizada: nada menos que 364 dos 496 municípios do Rio Grande do Sul foram afetados de alguma forma por esses temporais, impactando a vida de mais de 873 mil pessoas. É um verdadeiro desafio para as autoridades e para toda a população gaúcha, que está unindo forças para enfrentar essa crise sem precedentes.

Continua após o anúncio

Que essa situação de calamidade seja superada o mais rápido possível e que as vítimas recebam toda a ajuda e solidariedade necessárias para reconstruir suas vidas.

Deixe sua opinião

Send this to a friend