Netflix deixa todos em choque com cena pesada de “Um Homem por Inteiro”

Cena explícita com p#nis falso na série “Um Homem por Inteiro” da Netflix causa controvérsia e críticas no Reino Unido.
Série Um Homem por Inteiro causa polêmica (Foto: Divulgação)

Uma série da Netflix está incendiando as redes sociais e gerando polêmica no Reino Unido. A série britânica “Um Homem por Inteiro” chocou o público ao exibir uma cena com um p#nis ereto, causando um furor entre os espectadores e os críticos.

Continua após o anúncio

A cena viral acontece no último episódio da série, quando o personagem Raymond Peepgrass, interpretado por Tom Pelphrey, aparece completamente sem roupa, exibindo um p#nis ereto após tomar um remédio para disfunção erétil.

As críticas foram ferozes, principalmente pela ausência de um aviso explícito sobre a nudez. Segundo o portal Daily Mail, esta é a primeira vez que uma produção de drama britânica apresenta uma cena com um p#nis ereto na TV. Políticos conservadores expressaram seu descontentamento, elevando a controvérsia a níveis ainda maiores.

Leia também: Primeiro teaser de ‘O Auto da Compadecida 2’ é divulgado; assista.

Continua após o anúncio

“Um Homem por Inteiro” estreou na Netflix no início de maio. A minissérie é estrelada por Jeff Daniels, que interpreta um magnata imobiliário em Atlanta, nos EUA. A série é classificada para maiores de 16 anos devido ao conteúdo sexual, linguagem imprópria e nudez, mas a ausência de um aviso específico sobre a cena em questão causou alvoroço.

Tom Pelphrey se pronuncia sobre cena polêmica

Tom Pelphrey, de 41 anos, que protagoniza a sequência explícita, finalmente quebrou o silêncio sobre a cena chocante, revelando que o p#nis exibido não era real. “É de mentira“, confirmou ele em entrevista à Variety.

Pelphrey explicou que a produção optou por um p#nis falso devido às exigências da cena, que exigia que ele se mantivesse ereto por um longo período. “Tivemos muitas conversas sobre o p#nis falso que usaríamos e como ele seria”, disse ele, descrevendo o processo como longo e trabalhoso.

A experiência de Pelphrey com a prótese não foi nada agradável. Ele contou que houve um momento assustador durante a escolha do modelo, pois o processo envolvia cera quente. “Fiquei aterrorizado! Por sorte, conseguimos evitar essa etapa”, relatou.

A cena em questão ocorre quando o protagonista, Charlie Croker (Jeff Daniels), flagra sua ex-esposa Martha (Diane Lane) transando com Raymond (Pelphrey). A interrupção não diminui a excitação de Raymond, que havia tomado Viagra. Os dois brigam, e Raymond é levado de ambulância, ainda ereto.

Apesar das críticas, Pelphrey defendeu a cena, argumentando que ela é uma sátira à masculinidade tóxica. “Não há nada mais ridículo do que um homem com uma ereção sendo levado de ambulância”, riu ele.

Pelphrey admitiu ter receios sobre se expor na produção, especialmente porque sua companheira, Kaley Cuoco, estava grávida na época. “Eu sabia que me tornaria pai em breve e comecei a pensar: ‘Meu Deus, será que eu quero tirar minha roupa na frente da câmera?'”, refletiu ele.

Ele elogiou a diretora Regina King pela sensibilidade com que lidou com a cena. “Ela entende como cuidar e proteger os atores”, afirmou Pelphrey, destacando a confiança que isso lhe deu para encarar o desafio.

No final, ele aceitou o papel e participou da cena controversa. “Tudo fez sentido. Eu tive sorte de trabalhar com Regina, que já esteve em posições vulneráveis e sabe como lidar com isso”, concluiu.

A série continua a atrair espectadores e gerar debates acalorados nas redes sociais, mantendo a Netflix no centro das atenções. E você, já assistiu “Um Homem por Inteiro”? Qual é a sua opinião sobre a polêmica cena?

https://www.youtube.com/watch?v=th9mtEgAFaQ

Continua após o anúncio
Deixe sua opinião