Matheus Mazzafera choca web confirmando transição de gênero e anuncia novo nome

Matheus Mazzafera agita a web após confirmar transição de gênero e anunciar novo nome

Matheus Mazzafera agita a web após confirmar transição de gênero e anunciar novo nome

Então, sabe o Matheus Mazzafera? Agora ele é a Maya! Pois é, ela, que já foi repórter do “Vídeo Show”, soltou a bomba hoje, quinta-feira. Contou que passou por uma transição de gênero e agora é Maya.

Continua após o anúncio

Famoso como Matheus Mazzafera o youtuber e ex-repórter do “Vídeo Show” confirmou sua transição de gênero e seu novo nome: Maya!

Conhecida por suas entrevistas polêmicas com celebridades, ela estrelou a capa e o recheio da saudosa revista “G Magazine” em 2012.

Continua após o anúncio

Ademais, essa revista era famosa por apresentar ensaios nus de homens famosos direcionados ao público gay.

Naquela edição, Maya posou toda sarada, mas não fez as fotos de nu frontal, o que costumava ser uma marca registrada da revista. Isso deixou muitos leitores irritados e frustrados na época.

Além de adotar o nome social Maya e seus 43 anos de idade, ela também passou por algumas intervenções, como a feminilização facial, uma cirurgia plástica para suavizar traços, e colocou silicone nos seios.

Quem é Maya?

Matheus Mazzafera, hoje, Maya, tem uma história marcante tanto no YouTube quanto na televisão. No YouTube, ela se tornou conhecido por suas entrevistas descontraídas com celebridades, onde o ambiente informal e divertido gerou uma conexão especial com o público.

Sua habilidade em trazer à tona curiosidades e momentos engraçados fez com que seu canal se tornasse um sucesso, conquistando milhões de seguidores.

Na televisão, Maya brilhou como repórter do programa “Vídeo Show”, da Rede Globo. Lá, ela trouxe sua personalidade única para as telinhas, realizando entrevistas com artistas e participando de quadros divertidos, sempre com seu jeito carismático e cativante.

Sua jornada tanto na plataforma digital quanto na televisão demonstra sua versatilidade e talento em entreter o público, fazendo dela uma figura querida e reconhecida em ambos os meios de comunicação.

VEJA TAMBÉM: Pabllo Vittar pode ser um dos convidados de Madonna em show no Rio

Como funciona a transição de gênero?

De antemão a transição de gênero no Brasil envolve uma série de procedimentos legais, médicos e sociais. Aqui estão os principais aspectos:

  1. Identificação de Gênero: A pessoa que deseja fazer a transição de gênero identifica-se como pertencente a um gênero diferente daquele que lhe foi atribuído ao nascer.
  2. Acompanhamento Médico: Geralmente, o primeiro passo é procurar um profissional de saúde especializado em questões de gênero, como um psicólogo ou psiquiatra. Esse profissional auxilia no processo de avaliação e acompanhamento psicológico durante a transição. Em muitos casos, é necessário seguir um protocolo específico, que pode incluir terapia hormonal ou outros tratamentos médicos.
  3. Terapia Hormonal: Para pessoas trans que desejam realizar modificações corporais, como desenvolvimento de características sexuais secundárias do gênero desejado, é comum iniciar terapia hormonal, sob supervisão médica.
  4. Cirurgias de Readequação Sexual: Alguns indivíduos optam por realizar cirurgias para adequar seus corpos à identidade de gênero desejada. No entanto, esses procedimentos podem ser caros e nem sempre são acessíveis a todos.
  5. Mudança de Nome e Gênero em Documentos: No Brasil, é possível solicitar a mudança do nome social e do gênero nos documentos, como RG e CPF, mesmo sem ter realizado cirurgias de readequação sexual. Esse processo varia de acordo com o estado e exige documentação específica, como laudo médico e declaração de testemunhas.
  6. Legislação: Em 2018, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu o direito das pessoas trans de alterar o nome e o gênero nos documentos, sem a necessidade de cirurgia de redesignação sexual ou decisão judicial. Essa decisão estabeleceu jurisprudência em todo o país, facilitando o processo de reconhecimento legal da identidade de gênero.

Em suma, apesar dos avanços legais e sociais, as pessoas trans ainda enfrentam muitos desafios, incluindo discriminação, violência e dificuldades de acesso a serviços de saúde adequados.

Continua após o anúncio

Contudo o apoio da família, amigos e comunidade é fundamental durante todo o processo de transição.

Deixe sua opinião

Send this to a friend