Marcos Mion, após chorar ao vivo, revela motivo de desespero e situação de partir o coração: “Não acabou”

Marcos Mion doença
Apresentador Marcos Mion fala sobre doença sem cura. (Foto: Reprodução)

Marcos Mion faz apelo sobre doença sem vacina para seguidores e comove com apelo: “Médicos se prepararem”

O apresentador Marcos Mion se mostrou ser  exemplo de garra, ao mostrar para todos o peso e a frustração que está sendo comandar a 12º temporada de A Fazenda com tanto problemas na produção. Da última vez que deixou as emoções alaram mais alto que sua própria voz, chorou ao vivo e não conseguiu terminar a frase. Em um dia atípico e anormal, o programa percebeu falha nas votações e precisou formar a roça novamente e no mesmo dia. As votações encerraram no mesmo dia. Mas, ao ver que tudo corria como planejado, desabou ao vivo. Hoje, falou de doença.

Continua após o anúncio

Veja também: Polícia invade casa de apresentadora do SBT para procurar indícios de corrupção

Mas, Marcos Mion não tem motivos para sorrir ainda, e expõe difícil problema com doença em seu perfil pessoal no instagram. Em forma de alerta,ele comenta sobre doença nova, sem cura e sem vacina, que já está contaminando o Brasil de forma anormal e assustadora. Mas, ele não poupou palavras e resolveu falar tudo o que pensava aos seus seguidores, que não se mostraram chocados e procuraram entender o que ele dizia.

Marcos Mion Doença
Marcos Mion chora ao vivo em A Fazenda 12. (Foto: Reprodução)

Veja também: SBT promove demissões em massa, sofre prejuízo milionário e falência é anunciada

Continua após o anúncio

O pai de três filhos e apresentador da RecordTV gravou um vídeo institucional nas redes sociais há pouco mais de três dias, onde diz tudo o que pensa.

Ainda sobre a matéria

O apresentador Marcos Mion publica um vídeo faz um vídeo, pedindo conscientização e fazendo um pedido sobre a pandemia do coronavírus. Ele diz entender que o comércio precisa retomar a normalidade. Mas, que devemos fazê-lo com consciência. Afirma que “a pandemia não acabou”. E diz que pior que enfrentar uma pandemia de sete meses é enfrentar tudo de novo, do zero.

Continua após o anúncio

Mas, diz que não adianta ser negacionista e acha que dizer o que ele diz não é ser alarmista. É só ver ao longo do mundo a segunda onda iniciando. Isso porquê esta segunda onda está ainda mais forte e violenta, exigindo lockdown. Ainda faz apelo para que a pessoa usem máscara, e que as coisas ainda estão lá. Mas, diz entender o desespero das pessoas. E usa este desespero para conscientizar.

Deixe sua opinião

Send this to a friend