Marcelo de Carvalho, dono da RedeTV!, curte conteúdo adulto no Twitter e se manifesta

Dono da Rede TV comenta sobre conteúdo adulto curtido e greve dos funcionários (Foto: Reprodução)
Dono da Rede TV comenta sobre conteúdo adulto curtido e greve dos funcionários (Foto: Reprodução)

O empresário Marcelo de Carvalho, dono da Rede TV, curtiu conteúdo adulto

Marcelo de Carvalho, um dos acionistas da Rede TV, se explicou após curtir conteúdo adulto e ter sido exposto nas redes sociais. Sendo assim, o apresentador disse que houve invasão em sua conta na rede social. Dessa forma, ele afirmou respondendo aos seguidores que divulgaram o print: “Agradeço ao ‘engraçadinho’ que invadiu. Vou ser elogiado por ser amigo da diversidade”.

Continua após o anúncio

Veja também: Globo bate o martelo e define como Caldeirão com Mion iniciará; estrelas são chamadas

Na sequência de publicações feitas em sua conta oficial na rede, o dono da Rede TV falou sobre a greve de funcionários da emissora que teve aprovação ontem (30), em assembleia. O apresentador recordou Getúlio Vargas e afirmou que aquilo tudo era uma herança dele. Além disso, contou que diversas emissoras demitiram grandes nomes nacionais durante a pandemia, e a Rede TV não havia tirado o emprego de ninguém. Em seguida, acrescentou que houve contratações.

O acionista da Rede TV fala sobre temas que estão gerando buzz (Foto: Reprodução)
O acionista da Rede TV fala sobre temas que estão gerando buzz (Foto: Reprodução)

Ainda sobre a matéria

Logo após, revelou que houve houve estreia de vários programas e formatos, mesmo durante a crise no meio televisivo. Dessa forma, afirma que todos os funcionários estão com o salário em dia e destaca que isso não houve crítica dos sindicato. Além disso, o dono da Rede TV reafirmou o compromisso em continuar produzindo e dando segurança para todos que continuam trabalhando.

Anúncio

De acordo com o sindicato, os funcionários da Rede TV possuem o registro de radialistas, mesmo não exercendo a função propriamente. E, há cerca de quatro anos, não há reajuste ou abono. Dessa forma, destaca-se que a pandemia da Covid-19 teve início em 2020 e o reajuste dos funcionários não ocorre desde o ano de 2016.

Deixe sua opinião

Send this to a friend