Luciano Huck defende William Bonner após críticas e detona Bolsonaro: “Incompetência”

William Bonner Luciano Huck
William Bonner recebe defesa de Luciano Huck. (Foto: Reprodução)

Luciano Huck sai em defesa de William Bonner e surpreende com declaração: “Poderia ter sido diferente”.

Em busca de entrar na corrida política, mas sem certeza disso, Luciano Huck está se mostrando bastante politizado. Embora, no momento, ser opositor de Bolsonaro não signifique muita coisa, talvez em 2022 isso garanta algum lugar no segundo turno. Ainda assim, nesta segunda-feira, o moço usou seu perfil pessoal do Twitter para se posicionar contra os ataques que a imprensa nacional vem sofrendo. Hoje, especial, os ataques se voltaram ao âncora William Bonner.

Veja também: Reinaldo Gottino enfrenta dura fase na Record e tem intimidade exposta por repórter: “É fod*”

E assim, defensor do “fique em casa”, o âncora e editor chefe do Jornal Nacional anunciou, com pesar, que o país chegou aos 200 mil mortos nesta semana. Contudo, após ler declaração oficial do Presidente, em que dizia que o país estava em um momento péssimo, a afirmação foi de que “A imprensa sem vergonha, essa imprensa sem vergonha faz uma onda terrível aí. Para imprensa bom estava Lula, Dilma, que gastavam R$ 3 bilhões por ano”. Após isso, William Bonner conta que o Governo falhou no planejamento da compra de insumos.

Após a enxurrada, Bolsonaro decidiu reagir publicamente, xingando Bonner na manhã desta sexta-feira (8) e dizendo “imprensa sem vergonha. William Bonner sem vergonha. Vai ter seringa para todo mundo. William Bonner, por que seu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. (…) Bonner, você é o maior canalha que existe, William Bonner. São canalhas”. A Rede Globo, no entanto, prefere não exibir as imagens de declarações que considera incorretas, preferindo, assim, narrar as falas.

William Bonner Luciano Huck
Bolsonaro critica imprensa e William Bonner. Luciano Huck defende. (Foto: Reprodução)

Veja também: Affair de Flávia Pavanelli é flagrado aos beijos com outra e traição vem à tona

Contudo, até o momento da publicação, nem a emissora e nem William Bonner comentaram sobre as falas do presidente. Mas, figuras públicas saíram em defesa do apresentador. Sendo assim, Datena, que comanda do Brasil Urgente, disse: “Não aceito o termo ‘canalha’ pra mim. E não aceito o termo ‘canalha’ para a história da imprensa brasileira. Se não fosse a imprensa brasileira hoje não viveríamos num país democrático”.

Mas, Luciano Huck também decidiu abrir o jogo. Após declarar, em 2018, que votaria em Bolsonaro, o moço afirmou que: “Td meu carinho às famílias q perderam alguém amado. Vivemos uma tragédia histórica, de proporção bíblica. É triste ver tanta descoordenação no dever de salvar vidas. Poderia ter sido diferente”.

Parece que você bloqueou as notificações!

Siga o Gerou Buzz no Google Notícias e receba informações bombásticas das novelas, TV, e famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Vitor Melchior
Me chamo Vitor Melchior, tenho 18 anos e moro na cidade de São Carlos, São Paulo. Sou formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Desde muito novo gostava de ler e escrever. A informação sempre fez parte da minha vida. Escrevi o livro Hebet Focus - Soturna Divindade e consegui realizar um dos meus sonhos. Atualmente, escrevo matérias para o site Gerou Buzz. Em caso de dúvida, reclamações ou sugestões, entrar em contato pelo email [email protected]
site statistics