Eduardo Costa tem prazo de 15 dias para provar inocência após acusação de estelionato

O cantor sertanejo Eduardo Costa (Foto: Divulgação)
O cantor sertanejo Eduardo Costa (Foto: Divulgação)

A situação do cantor sertanejo Eduardo Costa não está nada boa. Isso porque, o famoso está sendo investigado por um crime e tem até 15 dias para se defender.

Continua após o anúncio

Pra quem não sabe, Eduardo Costa está sendo investigado pelo crime de estelionato. O sertanejo passou por um interrogatório com um juiz em Belo Horizonte, em Minas Gerais e ficou em uma saia justa.

Então, os advogados do famoso pediram mais tempo na Justiça para enviar provas que que inocentem Eduardo Costa. A Justiça deu o prazo de até quinze dias para a defesa do cantor sertanejo se manifestar.

A situação do cantor sertanejo se dá por conta de uma negociação de um terreno localizado no Capitólio. De acordo com a acusação, Eduardo Costa omitiu que o imóvel em negociação possuía algumas pendências judiciais. Dessa forma, ele teria vantagem ilícita e isso está dentro do crime de estelionato.

Continua após o anúncio

Veja também – Adriane Galisteu quebra o silêncio, assume vício em droga e revela: “Já faz nove anos”

Gustavo Caetano, que é sócio de Eduardo, também foi acusado no processo. Contudo, ele fez um acordo com o Ministério Público e conquistou o direito de cumprir algumas medidas de proteção, além de pagar uma quantia de aproximadamente R$ 6,5 mil. Os advogados do artista estão confiantes de que o cantor sertanejo será absolvido.

Entenda o caso envolvendo Eduardo Costa

Eduardo Costa (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

As investigações estavam em andamento desde 2017 e a acusação formal aconteceu em 2021. Isso porque, o cantor trocou um terreno em Capitólio por uma casa na região de Belo Horizonte. Ele alegou que o valor de sua propriedade era de R$6,5 a R$7 milhões.

Mas, quando tentaram registrar o terreno, o casal que realizou a troca e recebeu a notificação de que o imóvel tinha pendências judiciais. Então, em um depoimento dado em 2018, Eduardo afirmou que não agiu de má-fé e que o casal estava ciente da situação do imóvel.

Continua após o anúncio

Até o momento, o cantor sertanejo não se manifestou sobre o assunto publicamente.

Deixe sua opinião

Send this to a friend