Ebrahim Raisi, presidente do Irã, morre em queda de helicóptero

Ebrahim Raisi, que ocupava a presidência do Irã, teve sua morte confirmada nesta segunda-feira após queda de helicóptero.
Ebrahim Raisi
O acidente ocorreu no domingo, em uma área remota perto da fronteira com o Azerbaijão./Foto: Reprodução

O governo do Irã confirmou a morte do presidente Ebrahim Raisi após a queda de um helicóptero em uma região remota próxima à fronteira com o Azerbaijão.

Continua após o anúncio

A trágica notícia pegou muitos de surpresa e marca um momento de grande comoção e incerteza para o país.

Ebrahim Raisi, que ocupava a presidência do Irã, era uma figura proeminente na política iraniana, conhecido por sua trajetória no judiciário e seu papel na liderança política do país.

A queda do helicóptero ocorreu em uma área de difícil acesso, complicando os esforços de resgate e recuperação dos destroços.

Continua após o anúncio

Este evento trágico levanta questões imediatas sobre a sucessão presidencial e o impacto político interno e externo para o Irã.

VEJA TAMBÉM: Viviane Araújo anuncia volta as novelas após 6 anos sem papéis

Nesta segunda-feira, foi confirmada a morte do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, aos 63 anos, após a queda de um helicóptero de seu comboio presidencial.

Raisi, um ultraconservador, havia assumido a presidência da República Islâmica em junho de 2021, sucedendo ao moderado Hassan Rouhani. Sua eleição marcou a consolidação do controle das principais instituições políticas do país pela linha dura do regime.

O helicóptero que transportava o presidente caiu sob condições meteorológicas adversas, incluindo mau tempo e neblina espessa, o que dificultou os esforços de busca e resgate.

Continua após o anúncio

Inicialmente, a agência de notícias oficial IRNA reportou que a aeronave havia realizado um “pouso forçado”, mas uma autoridade mais tarde reconheceu à Reuters que a vida de Raisi estava “em risco” após a queda em uma região montanhosa.

Deixe sua opinião

Send this to a friend