Andréia Sadi marca encontro romântico e descobre que affair é criminoso: “Tenho duas opções”

Andréia Sadi (Foto: Reprodução)
Andréia Sadi (Foto: Reprodução)

Andréia Sadi é um grande nome do jornalismo brasileiro, principalmente quando o assunto é política. No entanto, pouca gente sabe a respeito de sua vida particular.

Continua após o anúncio

Veja também – Paula Fernandes surge irreconhecível e assusta fãs: “Que rosto é esse?”

E não é para menos. Contratada da Globo News, a profissional busca manter suas particularidades de modo privado. Afinal, existe até um protocolo envolvendo os contratados do grupo Globo no setor de jornalismo que não permite manifestações exacerbadas nos meios de comunicação.

Mas, convidada para a estreia da nova temporada do programa Que História é Essa Porchat? do canal GNT, que contou também com Simaria e um grande constrangimento, Andréia Sadi falou um pouco sobre um encontro que teve com um sujeito que conheceu na balada.

Continua após o anúncio

Ao sair para o date, Andréia, exercendo já seus dons jornalísticos, percebeu que o rapaz tinha um carro muito caro para a faixa etária.

“Aí a gente foi indo e tal, não sei o quê… Eu fiz muita pergunta. Jornalista. Eu já tinha isso. Era São Paulo, né? E ele marcou num bar que era longe de onde eu estava. Marginal (Pinheiros). E falei que tinha um carro seguindo a gente. Eu falei: ‘Tem um carro seguindo a gente’. Ele: ‘Meus seguranças’. Ele tinha me falado na balada que era formado em Administração. E ele falou: ‘Trabalho com as coisas do meu pai’. Eu perguntei: ‘O que seu pai faz?”. E ele: ‘Meu pai… Ele trabalha com o crime'”, disse ela, recordando o encontro.

Andréia Sadi dá detalhes sobre seu encontro com criminoso

Desse modo, na sequência, a contratada da Globo News caiu na risada e lembrou de um pensamento que teve na hora. “Eu tenho duas opções. Ou eu pulo do carro ou eu ajo naturalmente e desenvolvo a conversa”, garantiu.

Andréia Sadi durante o programa Que História é Essa Porchat (Foto: Reprodução)
Andréia Sadi durante o programa Que História é Essa Porchat (Foto: Reprodução)

Sendo assim, a apresentadora do programa Em Pauta afirmou que tentou se distrair e só relaxou quando chegou no bairro Moema. “Sobrevivi. Estou de boa. Eu não queria morrer. Eu tinha 20 anos Não dá para morrer com 20 anos!”, disse ela, por fim.

Continua após o anúncio
Deixe sua opinião

Send this to a friend