Streaming grátis no Brasil: veja a lista completa de 14 plataformas

Descubra as 14 plataformas de streaming grátis no Brasil e assista ao melhor do cinema nacional em sua casa.

Brasil conta com 14 plataformas gratuitas de streaming: conheça as opções

O Brasil dispõe de 14 plataformas gratuitas de streaming, focadas no cinema nacional, conforme um estudo recente do Ministério da Cultura.

Continua após o anúncio
Streaming grátis
Revolução Digital: Brasil Conta com 14 Serviços de Streaming Gratuitos!/Foto:Reprodução

Esta iniciativa faz parte dos esforços para lançar uma nova plataforma federal de streaming para produções brasileiras.

Plataformas públicas gratuitas

  1. Banco de Conteúdos Culturais (BCC) – Cinemateca Brasileira
  2. CTAv – Centro Técnico Audiovisual
  3. TVBrasilPlay – Empresa Brasil de Comunicação
  4. SPCINEPlay – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo
  5. Cultura Play – TV Cultura
  6. Cinemateca Pernambucana – Fundação Joaquim Nabuco
  7. EMCPlay MG – Empresa Mineira de Comunicação
  8. #Cultura em Casa – Amigos da Arte e Secretaria de Cultura de São Paulo
  9. Cine Humberto Mauro Mais – Fundação Clóvis Salgado

VEJA TAMBÉM:

Streaming grátis
Descubra as 14 Plataformas de Streaming Grátis no Brasil e Assista ao Melhor do Cinema Nacional!/Foto: Reprodução

Plataformas privadas gratuitas

  1. Itaú Cultural Play – Fundação Itaú
  2. Sesc TV/Digital – SESC
  3. Libreflix – Colaborativa
  4. Todes Play – Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro
  5. CurtaDocTV – Produtora Contraponto

O estudo destaca que, em diversos países, a gestão de serviços de streaming por governos é uma prática comum. Experiências foram mapeadas na França, Espanha, Colômbia, Chile, Argentina, Alemanha, Estados Unidos, Canadá e México, além de uma plataforma específica para países do Mercosul, incluindo o Brasil.

Continua após o anúncio

Nova plataforma federal

O Ministério da Cultura está em processo de criação de uma nova plataforma federal de streaming para o Brasil.

Continua após o anúncio

No final do ano passado, a área técnica considerou fazer um contrato com a Universidade Federal de Alagoas para desenvolver esse serviço, com uma previsão inicial de custo de R$ 3 milhões.

Deixe sua opinião

Send this to a friend