Paula Lavigne, esposa de Caetano Veloso é acusada de ‘sumiço de dólares’ e outros ‘abusos’por ex-funcionária

Paula Lavigne, esposa de Caetano Veloso é acusada de ‘sumiço de dólares’ e outros ‘abusos’por ex-funcionária.

Paula Lavigne enfrenta processo milionário por assédio moral e acusação de furto

Paula Lavigne
Atriz é acusada por ex-funcionária de ‘abusos’/Foto: Reprodução

A empresária Paula Lavigne, de 55 anos, está sendo processada pela ex-assistente Edna Fonseca após a funcionária ter sido acusada de “sumiço de uma quantidade de dólares” e ter sofrido assédio moral durante uma investigação conduzida pela esposa de Caetano Veloso.

Continua após o anúncio

“Durante os 22 anos em que trabalhou na residência do casal, Edna foi submetida a um padrão sistemático de abusos psicológicos e morais, fatos que ainda serão levados ao conhecimento do judiciário trabalhista em momento oportuno”, diz a nota assinada pelos advogados Christiano Mourão, Gabriella Ventura e Claudio Virgulino, que representam a ex-funcionária de Paula Lavigne e Caetano Veloso.

Casados desde 1983, o caso de assédio e acusação de furto ocorreu em maio deste ano, quando Paula Lavigne decidiu iniciar uma investigação privada entre os funcionários para descobrir o responsável pelo sumiço da quantia em dólares.

Ex-assistente de Paula Lavigne acusa empresária de abuso e sumiço de dinheiro

Segundo a nota dos advogados, Edna chegou a entregar seu celular para a empresária, na tentativa de provar sua inocência.

Continua após o anúncio

“Paula Lavigne iniciou uma investigação privada para apurar responsabilidades sobre o sumiço de uma quantia em dólares de sua casa. Para isso, valeu-se de métodos pouco democráticos e gravíssimos para inquirir funcionários – dentre eles Edna, constante e indevidamente acusada de forma indireta por Paula. Na tentativa de provar sua inocência, Edna entregou para Paula, no âmbito da investigação privada que ela iniciou, extratos bancários dos últimos sete anos para demonstrar que todo o dinheiro que tinha era fruto de seu trabalho. Nada disso foi suficiente para que Paula parasse de assediar Edna. Até que, no dia 3 de maio, Paula Lavigne confiscou o telefone celular de Edna e violou o sigilo de suas comunicações, acessando conversas pessoais e fazendo backup dos dados privados de Edna.”

De acordo com reportagem da “Veja”, Edna pede uma indenização de R$ 2,6 milhões. À coluna de Guilherme Amado, do “Metrópoles”, Paula Lavigne expressou grande tristeza pelo encerramento da relação com a funcionária, mas afirmou que não discutirá o caso publicamente.

VEJA TAMBÉM: Mc Loma Causa na Itália: degustação de vinhos quase termina em tragédia

Em nota assinada pelos advogados, ela diz que “são fatos muito graves, que estão sob investigação policial e, também, são objeto de ações judiciais”.

Edna em programa de Angélica

Recentemente, Edna Fonseca teve a voz exibida na TV durante o programa “Angélica: 50 & tanto”, disponível no Globoplay.

No programa, as convidadas precisavam ligar para alguém que admiravam e se declarar. Paula ligou para Edna, iniciando um diálogo que virou meme nas redes sociais.

“Edna, a água chegou? O Caetano comeu?”, perguntou Paula, iniciando a ligação. “A água não chegou porque o cara remarcou para amanhã, às dez da manhã. Mas Caetano comeu mingau”, respondeu Edna. “Tá. Edna, só para dizer que te admiro muito, tá?”, continuou Paula. “Tá, o que aconteceu?”, respondeu a assistente, causando risada entre as outras convidadas do programa. “Nada. Pediram para eu ligar para uma pessoa que eu admirasse”, explicou Paula. “Ah, eu também admiro a senhora”, seguiu a funcionária.

Na época, a situação virou meme nas redes sociais. Rapidamente, o vídeo passou a ser compartilhado com legendas, como “meu maior medo é descobrir que expresso sentimento igual a Paula Lavigne”. A esposa de Caetano Veloso compartilhou um deles e deu risada.

“Eu sou meio durona mesmo”, escreveu Paula.

Continua após o anúncio
Deixe sua opinião

Send this to a friend