Maju tem briga exposta nos bastidores do Jornal Hoje e Globo deve intervir seriamente: “Demissão”

Homem briga contra Globo e Maju Coutinho após imagem de racista (Foto: Reprodução)
Homem briga contra Globo e Maju Coutinho após imagem de racista (Foto: Reprodução)

Homem briga contra Globo e Maju Coutinho após imagem de racista

Kaíque Batista, após ser absolvido de uma investigação sobre acusação de racismo contra Maju Coutinho, iniciou uma briga judicial contra a âncora do Jornal Hoje e a Rede Globo. O pede pede que a emissora noticie que ele foi inocentado e pague uma indenização no valor de R$ 800 mil por danos morais.

A defesa de Kaíque está com pressa para que a Rede Globo interfira no caso e o direito de resposta seja concedido. No fim de novembro, o primeiro pedido de tutela de urgência foi negado pela Justiça. No último dia 3, o advogado que representa o jovem entrou com recurso na Vara Cível de São Paulo.

Veja Também:  Ana Maria Braga desmente Sonia Abrão ao vivo na Globo e rebate: “Presta atenção”

De acordo com informações do Notícias da TV, o documento pede a “imediata publicação da matéria contendo a íntegra do resultado da sentença, ressaltando a absolvição definitiva de Kaíque Batista, precedida por um breve resumo do caso”.

Homem briga contra Globo e Maju Coutinho após imagem de racista (Foto: Reprodução)
Homem briga contra Globo e Maju Coutinho após imagem de racista (Foto: Reprodução)

Segundo o advogado, Kaíque Batista não conseguiu reerguer sua vida e está desempregado após ver seu nome ligado à investigação do Ministério Público de São Paulo, em 2015 e sua imagem associada ao grupo que ameaçou Maju Coutinho.

Após o primeiro pedido de tutela urgência ser negado, o recurso apresentado pela defesa do jovem afirmou que “se a Globo acompanhou a busca e apreensão na residência do autor, filmou tudo, pechou o autor de criminoso, se reitera pedido de direito de resposta e retratação, pois a corré [Globo] tem responsabilidade sobre o que edita, magoa e destrói em busca de sensacionalismo. Temos um jovem com problemas de depressão, que merece desde logo esse direito”, noticiou o portal.

Nas redes sociais, o caso vem sendo comentado pelos fãs, que se dividem entre os dois lados. “Demissão”, chegou a escrever um internauta.

Mais sobre a matéria

Em julho de 2015, Maju Coutinho foi alvo de ofensas raciais nas redes sociais. A equipe do Jornal Nacional, atração na qual a jornalista apresentava a previsão do tempo, criou  o movimento Somos Todos Maju e o caso passou a ser investigado pelo Ministério Público.

Veja Também:  Saiba quais são os lançamentos da Netflix para janeiro de 2021; séries e filmes chamam a atenção

Em dezembro do mesmo ano, o Jornal Hoje noticiou: “MP identifica quatro grupos suspeitos de postar ameaças racistas contra Maju”. O qual mostrou uma ação de busca e apreensão na casa de Kaíque Batista, que  era um dos administradores de uma das páginas do Facebook investigadas pela promotoria.

Na ocasião, ele afirmou que não publicou nada, mas que sabia quem eram os grupos responsáveis. A investigação concluiu com a denúncia de quatro pessoas, das quais dois foram condenados e outros dois absolvidos, entre eles Kaíque.

Procurada, a Globo alegou ao portal que não comenta “assuntos sub judice”.

Parece que você bloqueou as notificações!

Siga o Gerou Buzz no Google Notícias e receba informações bombásticas das novelas, TV, e famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Juliana Santos
Me chamo Juliana, moro em Brasília, tenho 23 anos. Sou Jornalista, formada na Universidade Católica de Brasília (UCB). Escrevo sobre entretenimento há 4 anos. Atualmente, coordeno também o portal A Brasília.
site statistics