Bolsonaro desembolsa quantia milionária para novela da Record

Bolsonaro investe nas novelas da Record (Foto: Reprodução)
Bolsonaro investe nas novelas da Record (Foto: Reprodução)

Jair Bolsonaro, atual presidente do Brasil, não pensa em deixar de investir nas novelas da Record. Em suma, de acordo com a TV Brasil, que faz parte da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a audiência das últimas compras do governo, são ótimas. Desse modo, inclusive Os Dez Mandamentos conquistaram ótimos números no ibope.

Continua após o anúncio

Desse modo, após a Record comprar os direitos autorais de Moisés por R$ 3,2 milhões, o Governo fechou o valor de R$ 1.868.522,39 para exibir Escrava Isaura (2004). Sendo assim, a trama estreia inclusive, já nesta quarta-feira (12), na TV Brasil.

Dessa maneira, o Diário Oficial da União publicou o acordo fechado entre a EBC e a Record, aliada de Bolsonaro. Escrava Isaura, possui 167 capítulos, com isso, deve ir ao ar até o final de julho deste ano.

Além disso, vale ressaltar que até o momento, com todas as novelas bíblicas, o Governo Bolsonaro já pagou mais de R$ 5 milhões para a Record.

Anúncio

Bolsonaro detona Ivete Sangalo e José Abreu

A cantora Ivete Sangalo e Bolsonaro (Foto: Reprodução)
A cantora Ivete Sangalo e Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Bolsonaro, recentemente, falou sobre um vídeo polêmico de Ivete Sangalo, pedindo o fiz de seu Governo. Desse modo, ele afirmou que a baiana está chateada pelas reduções feitas pelo Governo Federal à Lei Rouanet.

“O limite para os artistas eram R$ 10 milhões por ano, eu passei imediatamente para R$ 1 milhão, conversando com Mário Frias agora, vou passar para R$ 500 mil o limite. Nós criamos a Lei Rounet para atender aquele artista que está começando a carreira e não para figurões, ou figuronas, como a querida Ivete Sangalo”, disparou Bolsonaro, que ainda citou o ator veterano da Globo, José de Abreu.

Anúncio

“Ela está chateada? Tá. José de Abreu está chateado? Tá, porquê acabou aquela teta deles gorda de pegar até R$ 10 milhões da Lei Rouanet e defender o presidente de plantão. Eu não quero que me defendam, eu quero que falem a verdade ao meu respeito”, disse Bolsonaro.

Deixe sua opinião

Send this to a friend