Ana Paula Renault expõe podridão do BBB após ser exposta a humilhação e detona tudo ao país

Após detonar Tiago Leifert no Triturando, Ana Paula Renault recorda episódio polêmico (Foto: Reprodução)
Após detonar Tiago Leifert no Triturando, Ana Paula Renault recorda episódio polêmico (Foto: Reprodução)

Ana Paula Renault deu o que falar ao detonar Tiago Leifert. Mas, sua fala repercutiu de forma positiva e negativa. Fãs apoiaram a falar, mas, os seguidores do apresentador da TV Globo não gostaram nada.

Continua após o anúncio

Ela usou o espaço do Triturando para detonar. “É o seguinte, o talento dele para a televisão é inegável, tanto que se revelou no esporte e está no entretenimento comandando qualquer produto com maestria, de forma super digna. Só que, quando eu estava no BBB, aconteceu um episódio grave”, disse Ana Paula Renault.

Ana Paula Renault detonou atitude de Tiago Leifert (Foto: Reprodução)
Ana Paula Renault detonou atitude de Tiago Leifert (Foto: Reprodução)

Veja também – Urgente: Maju Coutinho entra às pressas na Globo e confirma a pior notícia para o Brasil

Dessa maneira, ela citou o episódio polêmico que ocorreu dentro do BBB21. “Ele ficou de um lado de um pedófilo e não me pediu desculpa até agora. Esse cara, que hoje está preso, sentava perto do banheiro para ver as mulheres tomarem banho. Eu acho que o Leifert naquela época nem imaginava que comandaria o programa”, disse outro.

Anúncio

Em 2016, Tiago Leifert usou o Twitter para fazer uma manifestação; “É o BBB, um programa que as pessoas vão se expor. Se expor para 30 milhões pode, um cara olhando vocês surtam?”, disse ele na época. Dessa maneira, Ana Paula Reunault se revoltou.

ANA PAULA RENAULT TAMBÉM CRITIOU NEYMAR

Mas, as críticas da apresentadora do SBT não ficaram restritas somente a Tiago Leifert. Ela também detonou a forma que as pessoas se referem a Neymar. “Me incomoda o chamarem de menino Neymar, ele é um homem, tem que ser responsabilizado pelos seus atos. A sociedade pega leve. Eu não tenho o que falar como jogador de futebol, mas não tiro pelo seguinte: falta, não que seja uma obrigação, mais politização”, disse ele.

Deixe sua opinião

Send this to a friend