Sérgio Reis vai ser preso? Cantor vira alvo de inquérito após possíveis crimes em vídeo revelador

Sérgio Reis é apoiador de Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Sérgio Reis é apoiador de Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Sérgio Reis é intimado a depor após pedi impeachment de ministros do STF

Um dos maiores cantores da música sertaneja no Brasil, Sérgio Reis acabou se envolvendo em uma polêmica politica no último final de semana. Isso porque o artista convocou os caminhoneiros para realizarem uma paralisação a favor do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Continua após o anúncio

Dessa forma, por causa dessa atitude inesperada, Sérgio Reis passou a ser alvo de um inquérito da Polícia Civil do Distrito Federal. Segundo as informações do portal de notícias, Congresso em Foco, o artista está sendo investigado por uma suposta associação criminosa.

“O objetivo é investigar suposta associação criminosa voltada para a prática de alguns crimes. Da qual Sérgio Reis está sendo integrante. Ele estar sendo investigado pelos crimes de ameaça (art. 147 do Código Penal). Dano (art. 163 do CP) e atentado contra a segurança de meio de transporte (art. 262 do CP)”, declarou o delegado Leonardo de Castro.

Sérgio Reis é apoiador de Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Sérgio Reis é apoiador de Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Mais sobre a matéria

Sendo assim, Sérgio Reis acabou sendo convocado a prestar depoimento sobre o ocorrido. Mas, ainda não existe uma data marcada, até lá o cantor poderá refletir. No último sábado, 14 de agosto, o sertanejo apareceu em um vídeo convocando os caminhoneiros para uma paralisação, em favor de Bolsonaro.

Anúncio

Sérgio ainda pediu para os motoristas apoiarem o impeachment dos ministros do Supremo Tribunal Federal, com a duração de 72 horas. “Vou dizer ao presidente do Senado que eles têm 72 horas para aprovar o voto impresso.  E ainda tirar todos os ministros do STF. Isso não é um pedido, é uma ordem”, disparou Sérgio Reis, em vídeo.

Além disso, segundo o site Metrópoles, o cantor deve está sendo intimado a depor nos próximos dias, antes de setembro, quando ocorreria a manifestação. Ângela Bavini, esposa de Sérgio Reis declarou a Folha de São Paulo, que ele está muito triste. “Está muito triste e depressivo porque foi mal interpretado. Mas, ele está magoado demais”.

Anúncio

Além disso, ela destacou que o marido acabou sendo induzido, a falar certas coisas. “Sérgio está sendo induzido por amigos.  Mas, ele está muito abatido e prestará depoimento a justiça”. Dessa forma, ainda vale destacar que o artista é apoiador de Bolsonaro. E ainda apoia o impeachment dos ministros do STF.

Deixe sua opinião

Send this to a friend