Rodrigo Faro e Vera Viel envolvidos em escândalo internacional de corrupção na Itália

Rodrigo Faro e Vera Viel são apontados como envolvidos em escândalo internacional de corrupção na Itália. Veja nota oficial

Operação “Carioca” desmantela rede de corrupção em Villaricca, Itália

A Polícia Metropolitana de Nápoles, coordenada pelo Ministério Público de Nápoles Norte, desmantelou uma rede de corrupção no município de Villaricca, na Itália, através da operação denominada “Carioca”.

Continua após o anúncio
Rodrigo Faro e Vera Viel Envolvidos em Escândalo Internacional de Corrupção na Itália/Foto: Reprodução
Rodrigo Faro e Vera Viel Envolvidos em Escândalo Internacional de Corrupção na Itália/Foto: Reprodução

Na madrugada desta segunda-feira, 27, seis pessoas foram presas, entre elas dois brasileiros e quatro policiais, funcionários municipais e funcionários do município de Villaricca. Todos são acusados de associação criminosa visando corrupção e falsificação de documentos públicos. Entre os acusados estão o apresentador brasileiro Rodrigo Faro e sua esposa Vera Viel, conforme reportado pela RAI News.

De acordo com as conclusões da investigação, os suspeitos tentaram alterar a execução regular dos procedimentos legais para o reconhecimento da residência no município de Villaricca e para a obtenção da cidadania italiana por pessoas que não tinham direito a ela.

Segundo a reportagem italiana, Rodrigo Faro teria tentado comprar a cidadania italiana através de um esquema de corrupção. Além de Faro e sua esposa, foram citados o jogador de futebol brasileiro Bruno Duarte, do time português Farense, e outros empresários brasileiros.

Continua após o anúncio

Esquema de cidadania ilegal

Lucia Rea, comandante da polícia metropolitana de Nápoles, destacou que chamou a atenção das autoridades o fato de tantas personalidades brasileiras terem solicitado a cidadania italiana através de Villaricca sem nunca terem visitado o município italiano. Esse comportamento suspeito levou à investigação que culminou na operação “Carioca”.

VEJA TAMBÉM: Karoline Lima e Léo Pereira: novo lar em meio a briga com Éder Militão

Declaração de Rodrigo Faro

Rodrigo Faro usou suas redes sociais para apresentar sua versão dos fatos:

“Declaramos que no ano de 2021, indicado por um amigo que já havia tirado seu passaporte italiano, Rodrigo Faro deu início ao processo de cidadania italiana para adquirir o passaporte para ele e sua família. O escritório indicado para esse trabalho foi o Diritto Di Cittadinanza SRL. Rodrigo, através de seus advogados aqui no Brasil, forneceu toda a documentação necessária, comprovou laços com seus descendentes na Itália e o processo foi aprovado, resultando na emissão dos passaportes.

Hoje pela manhã, dia 27 de maio de 2024, Rodrigo, bem como qualquer outro cliente que tenha contratado os serviços do referido escritório, foi pego de surpresa com o suposto envolvimento deles num esquema de corrupção para obtenção de cidadania e passaporte italiano.

As matérias repercutidas na imprensa brasileira deixam claro que Rodrigo e sua esposa foram citados como beneficiários do esquema, ou seja, foram vítimas desse escritório e de sua equipe, uma vez que contrataram o serviço de uma empresa supostamente legal, idônea e que seguia com os procedimentos de acordo com as leis italianas. Prova disso é que o processo foi aprovado e os passaportes foram emitidos.

Rodrigo já acionou seus advogados aqui no Brasil para que todo esse mal-entendido seja resolvido e para que os devidos responsáveis por esse suposto esquema de corrupção sejam devidamente punidos.”

Continua após o anúncio
Deixe sua opinião

Send this to a friend