Escândalo na Globo: Maquiador revela assédio e preconceito – “Dando um basta”

Maquiador Mayco Soares expõe abusos e decide não trabalhar mais para a emissora. Revelações chocantes sobre ambiente tóxico nos estúdios.
maquiador mayco soares jpg
Mayco Soares denuncia assédios na Globo (Foto: Instagram)

Nos bastidores aparentemente glamorosos da TV Globo, um maquiador decidiu expor a realidade cruel por trás das câmeras. Mayco Soares utilizou as redes sociais para dar um basta nos casos de assédio moral, preconceito e abuso de autoridade que enfrentou durante seu trabalho na emissora e suas afiliadas.

Anúncio

Em um desabafo corajoso, Mayco anunciou sua decisão de não prestar mais serviços para a gigante da televisão. Ele afirmou que tal medida foi tomada visando preservar sua saúde mental, após anos suportando um ambiente tóxico e prejudicial.

Ao som da canção “Quero que tu vá” de Ananda e Joker Beats, Mayco compartilhou uma imagem simbólica representando sua libertação. Na legenda, ele detalhou os motivos que o levaram a tomar essa decisão radical.

Entre os abusos enfrentados, Mayco mencionou o medo constante de ter sua reputação destruída, a prestação de serviços sem registro de contrato, além do assédio moral por parte de diretores, artistas e chefes.

Anúncio

O maquiador também expôs a homofobia internalizada no departamento de caracterização e artística, assim como o preconceito racial enfrentado por artistas pretos em relação a pessoas brancas. Ele ainda denunciou a existência de um ambiente capacitista e etarista.

Cansado de viver uma farsa e de encenar que tudo estava bem nos corredores da TV Globo, Mayco revelou ter sido chamado depreciativamente de “maquiador de R$ 1,99” por um dos chefes de caracterização. Além disso, ele compartilhou o episódio em que um babyliss foi arremessado contra ele por outra chefe, já falecida.

Apesar das políticas de denúncia implementadas pela emissora, representadas pelo Compliance, Mayco ressaltou que os abusadores eram os mesmos responsáveis por avaliar o desempenho dos profissionais no final de cada novela, tornando o ambiente ainda mais hostil e desestimulante para denúncias.

Anúncio

Em um apelo final, o maquiador pediu para que não o impeçam de exercer sua profissão, pois é dela que tira seu sustento. Sua coragem em expor os abusos enfrentados nos bastidores da TV Globo trouxe à tona uma discussão importante sobre o ambiente de trabalho na indústria do entretenimento.

Compartilhar notícia: