Entretenimento Famosos Notícias

Assessora de Leandro, irmão de sertanejo Leonardo, 23 anos após morte do músico expõe verdade dolorida

O sertanejo Leandro, dupla e irmão de Leonardo (Foto: Reprodução)
O sertanejo Leandro, dupla e irmão de Leonardo (Foto: Reprodução)

A assessora de imprensa Ede Cury, revelou alguns detalhes da morte do sertanejo Leandro, irmão de Leonardo, em 1998. Desse modo, por estar sempre ao lado do músico, ela acompanhou a luta dele contra um tumor raro.

Anúncio

Sendo assim, em entrevista ao André Pintui no Youtube, ela disse que já sabia que Leandro não sobreviveria. “Os médicos já tinham em chamado e falado que ele não ia aguentar. A família foi toda para o hospital, menos o Leonardo que estava fazendo show, estava na Bahia. Eu não sei como, mas as coisas vão vazando“, contou ela.

Além disso, Ede afirmou que montou um esquema para que a imprensa não soubesse de nada. “Uma foto dele na UTI valia cem mil dólares. A gente colocou seguranças de costas na UTI e todo mundo era revistado”, relembra.

Sendo assim, quando o sertanejo Leando morreu, Ede quem deu a notícia. Porém, extremamente abalados, os familiares sumiram.

Anúncio

“Quando o Leandro foi embora, sumiu todo mundo. Eu só encontrei o motorista do Leandro. Ficou aquilo: como vai ser? Onde vai ser? E eu tinha que vestir o Leandro. E agora?”, disse ela, que também revelou ter recebido ajuda do motorista.

Com isso, foi ele quem pegou o chapéu de Leandro, e levou até ela. Inclusive, na época, a mídia caiu em cima achando que era marketing o objeto em cima do caixão.

Ede explica chapéu no caixão de Leandro

Leonardo, dupla e irmão do sertanejo Leandro (Foto: Reprodução)
Leonardo, dupla e irmão do sertanejo Leandro (Foto: Reprodução)

“Ele pegou a roupa inteirinha, aquela história do chapéu na beira do caixão, que eu não fui super penalizada por isso, na verdade era porque eu não tinha onde colocar o chapéu. Achavam que era marketing. Além de ser dele, eu não mandei buscar um chapéu, naquela confusão eu fiquei andando com ele [a peça]”, declarou a ex-assessora de Leandro.

Anúncio

No entanto, mesmo após 23 anos da tragédia, Ede lembra com emoção. “Foi um momento muito difícil, ninguém transitava na rua, o Exército veio, fechou tudo e eu me perdi. Eu sai com ele, no carro fúnebre. Lá na Assembléia existiam não sei quantos milhares de pessoas”, diz ela emocionada.

Gerou Buzz

Exclusivo! Siga-nos no Google Notícias para receber em primeira mão

Seguir Gerou Buzz Logo

Louise Barbosa

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Leia também

Destaque Famosos Renato Aragão

Renato Aragão, após 44 anos, é demitido da TV Globo

O humorista Renato Aragão vai à público anunciar que não renovou com a TV Globo; Com 85 anos, ele trabalhava
Famosos Zezé di Camargo

Após boato circular, Zezé di Camargo desmente morte do pai de 82 anos

Zezé di Camargo e Luciano, uma das duplas mais famosas do mundo sertanejo, se envolveram em novo escândalo familiar Zezé
site statistics