Siga a gente no Google News

Notícias

Ana Paula Valadão se envolve em crime escandaloso e é investigada pelo Ministério Público

Ana Paula Valadão (Foto: Reprodução)

Ana Paula Valadão (Foto: Reprodução)

Ana Paula Valadão vira alvo de inquérito

A famosa cantora Ana Paula Valadão está metida com um crime escandaloso e pode pegar cadeia se tudo se confirmar, com as investigações do Ministério Público Federal.

Isso porque ela falou na TV que Aids é uma enfermidade que Deus mandou para punir os homossexuais, e se tornou alvo de um inquérito aberto pelo Ministério Público Federal, que vai investigá-la por discurso de ódio.

Ana Paula Valadão também disse que ser homossexual “não é normal” e que a sentença para tal pecado é a sentença de morte, para depois ser queimado no quinto dos infernos. Os comentários foram ao ar durante a atração Diante do Trono, da Rede Super, em setembro de 2020. Segundo o jornalista Lauro Jardim, a beldade processada por crime de fobia à LGBT, tipificado no Código Penal.

Veja Também: O Que A Vida Me Roubou: Josefina supera a morte de Adolfo e se entrega para Demétrio: “Tentar outra vez” 

O MPF declarou na portaria que abre o inquérito contra Ana Paula Valadão que a situação, na forma em que foi dita, caracteriza-se como ‘discurso de ódio’, restando ao Estado o dever de proteger as vítimas e responsabilizar os criminosos. O MPF também disse que a investigação visa combater a discriminação contra esse grupo. “Essa atuação é ainda mais necessária no atual cenário do Brasil, em que a homofobia se encontra tão marcante e crescem casos de ódio e intolerância”, declara a instituição investigativa.

Veja Também: Quando Me Apaixono: Renata descobre gravidez de Marina, a confronta de vez e sai aos prantos: “Não imaginava” 

Mais sobre a matéria

Cantora está sendo investigada (Foto: Reprodução)

Cantora está sendo investigada (Foto: Reprodução)

Na atração exibida pela Rede Super de Televisão, Ana Paula Valadão rasgou xingamentos a homossexuais, além de atribuir aos gays a culpa pela proliferação do HIV. “Isso não é normal. Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos. A qualquer outra opção sexual é uma escolha do livre-arbítrio do ser humano. E qualquer escolha leva a consequências”, declarou a crente. Na sequência, mostrou sua ignorância a respeito da doença.

Ana Paula Valadão comentou como se o HIV só se passasse entre gays e “acabasse” chegando nas mulheres. “Qualquer escolha contrária ao que Deus determinou como ideal chama de pecado. O pecado tem uma consequência que é o falecimento. Está aí a Aids para mostrar que a união sex*** entre dois homens causa doença que leva à morte, contamina as mulheres. Enfim, não é o ideal de Deus”, comentou.

Parece que você bloqueou as notificações!
site statistics